Sábado, 24 de Julho De 2010

Qual o contrasenso aqui?!

Eu sei, eu sei que estou a tentar ao máximo não fazer qualquer tipo de comentários às consultas daqui ... Mas alguém me sabe explicar a "Urgência de fazer uma eutanásia a uma cão, antes que se apague?!" E com um jeitinho ainda me dizem como o devo fazer! Conclusão, antes de dar como resposta: "Leve o cão e mate-o você!"convidei sua (dela) senhoria a sair da sala antes que eu me enervasse de vez!

publicado por cloudy às 16:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quem se lembra disto?

Parem lá de lavar a louça, de ralhar com o cão e o gato e não mandem já os miudos para a cama... pelo contrário, chamem-nos a correr para assistir aos momentos áureos dos anos 80. Aqueles que me (nos) faziam saltar a correr para a frente da televisão (para além da Samantha Fox, não é gato?). Momentos em que a palavra inocência ainda fazia sentido, os desenhos animados não tinham cabelo espetado nem "kabazavam" uns com os outro como agora.
Ora mostrem lá à canalhada coisas verdadeiramente bonitas!
publicado por cloudy às 15:48
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 23 de Julho De 2010

Querem empregar quem?!

Independentemente da Crise (tão falada, criticada, culpada até à exaustão), a verdade é que já antes do nosso amigo Sócrates se instalar lá no poleiro as coisas não estavam própriamente fáceis (eu sei, eu sei que vão de mal a pior). Senão vejamos quais os traços normalmente requeridos: - Boa apresentação! Não quer dizer que alguém mais anafado, com um penteado em desalinho ou sem grandes critérios de moda não possa conseguir o lugar. Mas se tiver um palminho de cara melhor. - Ser Jovem! Este era um requisito importante em supermercados onde trabalhei. Pessoas de 30 ou 40 anos existiam, claro, mas era poruqe já estavam na empresa há muito tempo. Não ter grande experiência não parecia ser grande problema, porque lá era dada formação. - De preferência não ter grandes compromissos. Se não houver filhos ainda melhor. Ainda agora li numa revista que ser mãe deveria valer pontos na altura da procura de emprego, uma vez que elas estão mais preparadas para resolver um monte de situações em que muitas "meninas inexperientes" andariam "às aranhas" para se safar... E não pensem que na Veterinária a coisa anda melhor. Experimentem colocar no Google "Empregos em Veterinária" ou andar mesmo a bater de porta em porta, que vão ter como resposta: "Procuramos estágios profissionais" (fica mais barato ao patrão), que normalmente se referem a situações de primeiro emprego. Isto significa que com o avançar dos anos a minha experiência não conta. Estou a ficar velha, a apresentação já não é a dos 20 anos, sou mãe... Ou seja, quanto mais o tempo passa e mais experiência tenho, mais pontos perco! É a vida!
publicado por cloudy às 17:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 22 de Julho De 2010

Dona de casa à beira de um colapso

Correndo o risco de estar a colocar a minha cabeça a prémio, por parte da ala masculina, vou colocar aqui as minhas reivindicações (ou reclamações). Eu sei que tem sido estabelecido, quase desde os tempo da pré-história, que o serviço da casa é da mulher e o de fora de casa é do homem. O homem garantia o sustento da casa enquanto a mulher cuidava para que tudo estivesse nas devidas condições de subsistência para eles e para os filhos... Mas p'lamor da Santinha... Estamos em pleno século XXI , a mulher já trabalha fora de casa há uma catrefada de anos porque um só salário não dá para tudo, tem que voltar para casa e fazer todo o serviço enquanto a outra parte se encosta só à parte do lazer (seja ela qual fôr). Eu já discuti estes assuntos noutras vezes, mas para além de estar numa fase mais sensível a tentar conciliar casa, trabalho, filho, marido (como qualquer mulher comum), tenho ouvido ainda tanta queixa de outras mulheres (muitas outras mulheres, de qualquer idade) exactamente sobre o mesmo assunto... Será assim tão difícil à parte masculina acompanhar o serviço doméstico? E não, só um "lavar a louça" de vez em quando ou o "ir pôr o lixo à porta" não chega... O trabalho acumula sim, quando não é feito! A roupa não sabe o caminho para o cesto se ninguém a for lá colocar, o pó não faz as malas para ir de férias como já vi num qualquer anúncio televisivo, a casa de banho não possui (quer dizer, pelo menos a minha, mas agora as coisas estão tão evoluídas) uns botões de cleaning automatic em que é só apertar e fica tudo impecável! Por quanto mais tempo teremos de andar nesta luta diária de divisões de tarefas mal conseguidas?! Não seria mais fácil em casa cada um fazer a sua parte e ter mais tempo de qualidade entre todos?

Para os homens que não se integram neste tipo de situações as minhas desculpas, eu sei que os há e tenho pena que (ainda) não sirvam de exemplo para a outra parte que ainda nem sequer se interessou em descodificar em que consiste realmente uma máquina de lavar ou um cesto de roupa suja.

Para os que possam aproveitar alguma coisa deste post, ainda bem ... não terei remoído em vão! Para os que não tiverem gostado, paciência. Joguem no caixote do lixo se souberem onde ele está. Se não souberem, perguntem à vossa mulher, que ela sabe!

Hoje estou assim: uma língua de trapo!

publicado por cloudy às 16:29
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Terça-feira, 20 de Julho De 2010

Educação

Já muitas vezes disse aqui à minha colega Cherrie: " Um dia ainda vou morder a lingua!"... de cada vez que criticava certos comportamentos de crianças com algum déficit na parte do bom comportamento ou excesso de energia mal distribuída! Sempre tive uma ideia muito "rígida" (sem ser inflexível) relativamente à educação de crianças.De tal forma que participei na do meu irmão, visto a grande diferença de idades. Mal ou bem, a minha mãe chamava-me de sargento (o que não dá uma ideia muito abonatória de moi meme), mas se mesmo assim o meu irmão me adora por algum motivo deve ser. Ora vejamos: Se a ideia é incutirmos o que é certo ou errado, o que eles podem ou não fazer (ou fazer dentro de determinadas regras) porque havemos de recorrer a subterfúgios para escaparmos às mesmas e assim dar armas aos "pequenos príncipes" para que possam fugir a todas as normas que consideramos correctas. Se dizemos : ali não se mexe e deixamos mexer sem qualquer reprimenda como hão-de entender a ordem dada? Se não queremos que comam doces a torto e a direito porque enchemos deles a nossa casa, bem ao alcance das maõzitas ávidas por agarrá-los? Em criança levei a minha sapatada no rabo e lá por isso os meus pais não me espancavam com porrada nem isso era considerado "maus tratos". Aliás, só os olhos do meu pai muitas vezes chegavam para incutir respeito. Ensinavam-nos a ser educados com os outros, a dizer Bom dia ou Obrigado, mesmo que a nossa vergonha nos fizesse andar com a cara espetada para o chão (envergonhado não quer dizer malcriado). O passarmos na escola não queria obrigatóriamente dizer prenda no final do ano, queria dizer que cumprimos a nossa obrigação e o agrado era feito quando o pai pudesse/quizesse. Agora o agrado é feito mesmo como forma de "presentear" o mau comportamento (mesmo que não seja essa a intenção). Sinto-me revoltada por ver que os pais não chamam a atenção dos filhos quando estes fazem alguma coisa mal, porque se encontram em público e não querem "passar vergonhas" ou "para não se chatearem". E muitas vezes em casa deixam passar o mal feito e "na escola que os ensinem". Demitirmo-nos de ser pais não devia ser opção. O carinho e o amor muitas vezes é dado também com um "Não". Os briquedos e doces não substituem a presença dos pais. O meu filho tem 5 meses, tenho ainda muito para aprender também e espero conseguir colocar em práctica as minhas ideias, os meus valores. E tenho a certeza que ele sorri mais abertamente com a minha atenção do que com qualquer "coisa nova" que lhe estenda à frente! Posso ser "rígida" mas não quero ser incoerente!

publicado por cloudy às 16:29
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Segunda-feira, 19 de Julho De 2010

Le toillet

 

Estou (estava?) com um problema de gatos... ou melhor... de urina de gatos! Não é que os pilantras resolveram começar a urinar for do sítio? Claro que a minha ideia foi logo descartar algum problema, como uma infecção urinária que justificasse o mau hábito... mas pelos vistos não era nada fisiológico, nem própriamente marcação de território (estão castrados desde cedo) mas sim um distúrbio qualquer de eliminação de urina.

Seguindo os conselhos de uma colega mais especializada em comportamento animal lá fiz uma alteraçãono seu pequeno território e, desta feita, a malta peluda tem direito a duas casa de banho (veja-se que eu e o marido só temos UMA), lugar diferente de refeições e quarto de dormir à parte, quando antes concentrava tudo isso numa área bem mais restrita. Só que suas excelências acharam que a remodelação do segundo WC não foi feita à sua medida. Claro, eu não sou decoradora de interiores! Vai daí eles acharam que faltava o tapete na casa de banho e resolveram o assunto levando a manta de dormir lá para dentro!

Estou guardada para cada uma... 

tags: ,
publicado por cloudy às 15:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 16 de Julho De 2010

Estava aqui eu..

... a pensar a que se deve a minha preguiça  para escrever! Falta de assunto? Realmente só se falar do trabalho que se empilha em casa, no meio das chamadas de atenção do miúdo que de dia para dia descobre coisas novas:

- "Afinal chego com os pés à cara e consigo colocar todos os dedos da mão na boca ao mesmo tempo!!"

- "Espera aí, aqueles dois gatos já cá estavam antes?! Ora deixa ver se lhes chego ao pêlo!"

- "Porque raio é que a minha mãe me vira as costas para lavar a louça? Acho que vou guinchar para chamar a atenção!"

- "Chapinhar na água do banho é divertido! Se molhar a mãe ainda melhor!"

Aqui pela clínica os bichos emigraram. Estranho, porque os emigrantes é que costumam chegar por esta altura do ano! Se bem que pensando bem... alguns clientes foram embora de vez para o país de origem... Eh pá, isto está mesmo a ficar mauzito...

Ainda vamos ter de sair porta fora para arranjar clientela! Sei lá, procurar uns atropeladozitos, distribuir por aí umas pulgas, andarmos com uns cartazes pendurados do género : "Este mês promoção nas destartarizações", ou coisa que o valha (pois, esta parte acho que não podemos fazer, não é Veiga?)

Bem, cá ficamos há espera que o assunto volte!

Bom fim de semana!

tags: ,
publicado por cloudy às 19:21
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 13 de Julho De 2010

Que é da polícia?

Às vezes parece que tudo na nossa vida é um completo marasmo. Estaremos todos uns zombies, sabendo exactamente do que é preciso tratar, o que é preciso fazer e não se adianta absolutamente nada?

Começo a perceber a lógica da pouca importância que se dá a determinados delitos... não há castigo! E já não falo na (falta) de educação dos filhos, que independentemente de estudarem ou portarem-se bem, levam com o "prémio" na mesma... falo mesmo em relação à polícia...Estou à espera que me passem um auto há dias, por terem batido no meu carro (bateram e fugiram, tenho testemunhas e matrícula do carro)... e NADA! E o tempo vai passando e eu não trato de nada na seguradora e o  problema vai-se arrastando! É impressão minha ou estão a gozar com a minha cara? Estarão numa de "deixa andar"? E quem se lixa pela falta de civismo dos outros sou mesmo eu? Assim é fácil cometer infracções, se a própria polícia não liga! Se tivesse sido eu, com a sorte que tenho, já me estavam a cair em cima....

 

publicado por cloudy às 19:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 10 de Julho De 2010

Qual o "bicho" que está na moda?

 

 

Bem, cães e gatos não é certamente, que isso toda a gente tem. Serão iguanas? Coelhos? Nããã... São vampiros mesmo! Alguém me explica de onde saiu tanta vampiragem televisiva ao mesmo tempo? Ele é filmes, séries, projectos de novelas juvenis... Não sei se acrescentam ou não algo de novo ao que já conheciamos de vampiros, ou seja...não podem ver luz do sol, cruzes ou alho, supostamente morrem com um prego/lança (wathever) espetados no coração e dormem em caixões... para além de sugarem sangue, claro... até porque não consigo ver o dito surto de vampiragem que actualmente pulula na nossa maravilhosa televisão nacional...

Os maiores vampiros que vejo actualmente estão no governo (que já me bastam) e tentam sugar-nos de toda a maneira e feitio. Eu já tenho medo de sair à rua e começo a achar que tenho de ter cuidado até só para vir trabalhar, quanto mais quando penso em gastar o guito... Pelo sim pelo não vou munir-me com uns dentes de alho dentro do porta-moedas e começo a andar com um frasquinho de água benta!

publicado por cloudy às 15:37
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Terça-feira, 06 de Julho De 2010

Onofre Varela

Caricaturista, Cartoonista, litografista, pintor, escritor, humorista....Tive o prazer de o conhecer este fim de semana. Personagem simples, agradável, afável.  Com duas ou três pinceladas pintou-me em traços largos o precurso da sua vida, como quem pinta um dos seus quadros ou litografias. Com prazer o ouviria durante mais tempo, se assim o pudesse. Fiquei assim a conhecer alguém que é certamente bem conhecido de muitos (e quem sabe já o "conhecia", sem me aperceber.

Vale bem a pena conhecer o trabalho e a pessoa por detrás dele. Poderão ter um (pequeníssimo) lamiré em Rio tinto, Gondomar.

Aqui fica o link do convite, mas não se preocupem, as portas estão abertas a todos :http://www.jf-riotinto.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=513&Itemid=36.

 

 

 

 

  

publicado por cloudy às 17:09
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
21
22
23
24
25
27
28
29
30

últ. comentários

  • Olá!Hoje pensei em ti. Passei por cá.Espero que es...
  • Está tudo bem? Já tenho saudades deste cantinho!!
  • Cá esperamos por mais posts escritos no novo canto...
  • Olá lindaEspero que esteja tudo a correr bem!!!Jok...
  • Boa sorte para esta nova aventura :D
  • Quem me dera esquecer-me da minha carripana(era me...
  • Olá minha querida, toda a sorte do mundo para ti.....
  • Daí ou de outro local a pessoa será sempre a mesma...
  • De certeza absoluta... em casa se pegar num livro ...
  • É o que dá ter um Ambrósio!Só faltam os chocolatin...

mais comentados

arquivos

links

subscrever feeds